Você Precisa Gerar vendas para a sua Empresa, ou você precisa cuidar do caixa da sua Empresa?

Vender ou cuidar do caixa, onde concentrar minhas energias?

“Ok, entre vender e cuidar do caixa, qual deve ser a minha prioridade? Onde devo concentrar minhas energias?”



Não estranhe com o que vou dizer: se você está começando um negócio, concentre suas energias nas vendas, mas não abandone seu caixa!

Vou contar um pouco da minha experiência para explicar minha orientação acima.

No começo da minha vida de empreendedor, talvez pela minha formação, sempre foquei muito o caixa, o controle dos gastos, o planejamento e tudo mais que aprendei na academia de Contabilidade.

Só que por mais que eu estivesse aplicando conceitos importantíssimos minha empresa sempre patinava e não crescia. Acredito que um dos pontos chaves que nunca me deixou desistir, foi sempre atribuir o erro a mim e não as diversidades do caminho.

Eu sempre pensava: “Tem alguém ganhando muito dinheiro fazendo o que eu faço, o que será que estou fazendo de errado?”


Devido essa minha forma de pensar e minha teimosia, enxerguei o óbvio, eu não sabia vender.

Identificado o problema eu tinha duas alternativas: ou me capacitava ou contratava alguém para vender. Bem, se você é um pequeno empreendedor sabe muito bem qual foi minha única alternativa, me capacitar, pois contratar alguém eu não tinha condição, mal fazia para o meu sustento. Tive épocas que não tinha um centavo de faturamento, e isso por meses consecutivos.

Vocês acham que quando aparecia algum trabalho eu olhava para a rentabilidade daquele serviço? Olhava muito por cima, pois não podia pagar para trabalhar, mas até conseguir adotar a margem de ganho que eu considerava razoável, foi difícil, peguei muitos trabalhos por qualquer valor, afinal tinha que me sustentar.

Quando comecei a focar na venda, no sentido de me aprimorar como vendedor, comecei a ter uma recorrência de trabalho e aí consegui aplicar uma margem interessante para o meu negócio. Até isso acontecer, foi um show de horror minha experiência como empreendedor.

Esses momentos terríveis que passei me trouxeram grandes ensinamentos, pois antes aplicava meu conhecimento muito baseado em experiências como funcionário e pesquisador teórico que sempre fui.

Afinal, é muito fácil falar para alguém vender por X para ter Y de lucro. Que se a pessoa não vender por X irá quebrar a empresa.

Essas diversidades me ajudaram a ter um olhar bem diferente quando estou atendendo meus clientes. Hoje antes de qualquer orientação entendo o momento desse cliente. Depois sim faço minhas contas e determino o valor X, e em conjunto pensamos em formas de aplicar o meu estudo.

A matemática é exata, a conta para se achar o preço de venda ideal é exata, mas a prática, a realidade para se aplicar não tem exatidão e sim variáveis, praticamente infinitas, pois cada um terá seus motivos.

As vezes é necessário vender com uma margem pequena, e até sem margem, o que não podemos fazer é aceitar essas condições de margem estreita por um período indeterminado e sem ações para reverter, achando que isso faz parte do negócio, que o mercado trabalha assim.

Se você está começando ou passando por dificuldades no caixa, não queira ser radical e começar a praticar algo impraticável, colocando um valor que o mercado não irá absorver. Se fizer isso isoladamente, é muito provável que você tire o giro que sustenta o seu negócio.

Quando falo que você deve concentrar sua energia em vendas, não é fazendo manobras inconsequentes ou continuar vendendo de qualquer jeito. Quando falo para você empenhar energia em vendas é para você se aprimorar como vendedor, é aprimorar seu processo de vendas, é qualificar suas vendas. Isso é focar em vendas!

Quando você fizer esse movimento de qualificação em conjunto com as ações de aumento da margem, muito provavelmente você venderá mais por um valor maior e consequentemente terá mais lucro. São essas ações que fazem gerar caixa e recorrência de faturamento.

Se você voltar lá no início irá observar que eu disse: “foque em vendas, mas não descuide do seu caixa”, veja bem, conforme comentado no vídeo anterior, vendas e caixa andam juntos, concentre suas energias em melhorar suas vendas e não deixe de acompanhar o seu caixa, pois vai chegar o momento que você precisará concentrar energias no seu caixa, pois suas vendas já estarão acontecendo normalmente e será apenas um acompanhamento.

Fechando esse raciocínio de forma repetitiva, mas com grande importância, foque no seu aprimoramento das vendas e não abandone seu caixa e assim que você estiver com uma recorrência de vendas acontecendo, foque suas energias para entender o seu caixa, se aprimorando como gestor financeiro.

Espero ter colaborado com algum insight, e que essa nossa reflexão sobre, focar em vendas, faça você refletir e buscar por mais conhecimento.

Estou muito curioso para saber um pouco mais sobre você. Faz sentido essa questão de focar as vendas sem abandonar o caixa? Como você se avalia como vendedor? Comente, interaja para termos outros pontos de vista.

Muito obrigado! Sucesso sempre, e nos vemos em breve.



Videos Sugeridos


Movimentação Financeira, como controlar



Gestão Financeira x Gestão de Vendas


6 visualizações

Nosso compromisso

Ajudar empresários e gestores a terem um gestão saudável do negócio através do equilíbrio financeiro; de forma simples, focada e objetiva.

Pleno Financeiro é a marca comercial da empresa Zecovizk Treinamentos e Serviços Administrativos Ltda - CNPJ 08.422.440/0001-49; e substitui a antiga marca UPCT.

Escritório comercial

Rua Benjamin Constant, 308, Centro - Itatiba, SP - 13250-340

2006 - 2020

Área de membro

Cadastrar / Entrar​

Vamos bater um papo?

(11) 948 040 101

contato@plenofinanceiro.com.br

  • Grey Facebook Ícone
  • Cinza ícone do YouTube
  • Grey Instagram Ícone